topo_trompowsky_copy_copy_copy
Marechal Trompowsky
| Imprimir |  E-mail
Natural de Santa Catarina, o Marechal Roberto Trompowsky Leitão de Almeida nasceu na cidade do Desterro, atual Florianópolis, no dia 8 de fevereiro de 1853.

Ingressou no Exército em 29 de dezembro de 1869, aos 16 anos, como praça do 1º Batalhão de Artilharia a Pé, de onde saiu para cursar a Escola Militar no Rio de Janeiro. Em 1874, concluiu, com distinção, o Curso de Formação de Oficiais.

Em 1876, ainda como Primeiro-Tenente, alcançou o grau de doutor em Ciências Físicas e Matemáticas. Na Escola Militar da Praia Vermelha, atuou como docente das disciplinas de Geometria Analítica e Cálculo.

Em sua carreira, Trompowsky comandou, interinamente, o Colégio Militar do Rio de Janeiro. Também foi comandante da Escola Militar da Praia Vermelha e exerceu o magistério na hoje denominada Escola de Comando e Estado-Maior.

Além de professor exemplar, destacou-se em outras missões que lhe foram confiadas. No exterior, foi Adido Militar junto às legações brasileiras na Grã-Bretanha, Suíça e Itália (1905-1907), e também atuou como assessor de Rui Barbosa na Conferência Internacional da Paz, em Haia, na Holanda (1906).

Depois da promoção a General e de exercer dois comandos operacionais no Rio Grande do Sul, foi enviado à Europa para estudar os progressos do ensino naquele continente e aplicá-los nos estabelecimentos de ensino militar brasileiros. Ao retornar, assumiu a função de Inspetor do Ensino Militar da República, implementando significativas mudanças nas Escolas Militares.

Trompowsky deixou estudos abrangentes sobre História Militar e Organização do Exército, livros sobre Matemática e inúmeros textos e artigos: “A importância do Moral na Guerra”; “O Civismo”; “A Necessidade do Exército instruído e bem comandado”, entre outros.

Em 1919, aos 66 anos, foi reformado como Marechal. Sete anos mais tarde, o mestre faleceu, aos 73 anos. Destes, quase cinco décadas foram dedicadas ao Exército e, principalmente, ao Magistério Militar, razão pela qual ele foi escolhido para ser o Patrono do Magistério do Exército. Assim, todo dia 8 de fevereiro, data de nascimento do Marechal Trompowsky, o Exército Brasileiro celebra o Dia do Magistério Militar.

Hoje, os resultados do impacto positivo deixado por Trompowsky são inúmeros: seu nome é encontrado em ruas e avenidas pelo Brasil; a Biblioteca do Exército edita uma coletânea de livros didáticos chamada Coleção Marechal Trompowsky, que é adotada pelos Colégios Militares; existe uma Associação de professores denominada Instituto de Docentes do Magistério Militar (IDMM), responsável pela entrega da Medalha Marechal Trompowsky a educadores, profissionais e personalidades que se destacam no mister da Educação; e há uma escola pública no Rio de Janeiro com o nome desse notável chefe militar.

Os exemplos do educador e do empreendedor Marechal Trompowsky ficaram registrados nas reformas que ele executou no ensino do Exército e na proposta de uma nova legislação para as escolas militares. Esse mesmo empenho pelo aperfeiçoamento da Educação acompanhou a dinâmica dos tempos pós-modernos e moveu os discípulos de Trompowsky a manterem o Sistema de Ensino do Exército em sintonia com os novos conceitos educacionais necessários à construção do conhecimento.

Seja na sala de aula ou a distância, os profissionais que atuam nos estabelecimentos de ensino do EB contribuem para a educação de crianças, jovens e adultos, assim como para a transmissão de conhecimentos e de ideais de civismo, honra, trabalho e amor à Pátria.
 
Sede
Praça Duque de Caxias, 25 / 4º andar - Centro
CEP: 20221-260 - Rio de Janeiro/RJ
e-mail: contato@trompowsky.org.br

 

 

 

 

Copyright Fundação Trompowsky

Este Sítio Web é acessível via IPv6!